Chega ao Brasil rival do YouTube que usa blockchain e tem token próprio

A plataforma de vídeo Odysse busca oferecer maior autonomia por meio da rede blockchain e recompensas em criptomoedas para atrair criadores de conteúdo para internet.

A Odysse, plataforma de streaming e vídeo da Lbry, já atua no mercado brasileiro. O site promete competir diretamente com serviços especializados de vídeo, como Youtube e Twitch, mas com um diferencial para os criadores de conteúdo online: a descentralização de seu sistema, que é totalmente baseado na tecnologia blockchain.

Publicidade - OTZAds

Liberdade para criadores de conteúdo

Um dos objetivos do projeto é dar mais liberdade aos criadores de conteúdo, evitando problemas recorrentes de plataformas famosas que resultam na perda de monetização do vídeo. Nesse sentido, o Odysse permite “que editores e seus fãs interajam diretamente, sem risco de desmonetização ou outras interferências”.

“Odysee chega ao Brasil em um momento oportuno, quando criadores independentes locais estão tendo seus ganhos drasticamente reduzidos nas plataformas de mídia. Seu conteúdo é rebaixado ou controlado por algoritmos em favor de canais e conteúdo corporativo ”, comenta Julian Chandra, um dos desenvolvedores da plataforma.

Ainda de acordo com a plataforma, a rede blockchain garante que os usuários recebam conteúdos mais autênticos e condizentes com seu perfil, sem privilégios na divulgação de vídeos e da vida de grandes corporações. No Brasil, o site conta com a adesão de nomes como o rapper Filipe Ret, Mundo Molusco e Bolovo.

Odysse oferece uma ponte gratuita para a migração de conteúdo de outras plataformas e oferece um modo de sincronização com plataformas rivais. Além disso, a empresa promete oferecer atendimento ao cliente via Discord.

Publicidade - OTZAds

Token LBC

Outra diferença da plataforma do YouTube e de outros sites conhecidos é a monetização de conteúdo por meio de sua própria criptomoeda chamada LBRY Credits (LBC). Com ele, os usuários podem fazer ou receber valores financeiros na plataforma por meio de carteiras blockchain vinculadas à conta. Com isso, os usuários podem dar dicas e apoiar seus canais favoritos.

Além disso, é possível converter qualquer valor recebido no token para outras criptomoedas como Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), bem como moedas fiduciárias como real, euro e dólar.

Segundo dados do CoinMarketCap, o token LBC vale atualmente R $ 0,63. Existem mais de 700 milhões de unidades do ativo em circulação, com um suprimento máximo de mais de 1 bilhão.

O ativo tem uma média de US $ 200.000 em movimentação diária, valor considerado pequeno se comparado às grandes criptomoedas. Porém, é possível que tanto seu preço quanto seu volume de negociação aumentem se a Odysse conseguir se firmar como uma alternativa viável aos principais sites de streaming no Brasil e no mundo.

Publicidade - OTZAds

Odysee atualmente oferece apenas a versão web (odysee.com) e o aplicativo para iPhone. Aplicativos para Android, iPad e Roku estão atualmente em desenvolvimento.

O artigo Chega ao Brasil, um rival do YouTube que usa blockchain e tem seu próprio token, foi visto pela primeira vez no BeInCrypto.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Noticias