InícioBitcoinBilionário mexicano quer mineração de bitcoin com energia geotérmica

Bilionário mexicano quer mineração de bitcoin com energia geotérmica

-

Bilionário mexicano quer mineração de bitcoin com energia geotérmica
Projeto geotérmico Domo de San Pedro, México (fonte: Grupo Dragon)

- Advertisement -
- Advertisement -
- Advertisement -

Utilizando a energia gerada pela usina geotérmica de Domo San Pedro, no México, o bilionário Ricardo Salinas planeja minerar Bitcoins no México.

Conforme relatado localmente, Ricardo Salinas Pliegoo terceiro homem mais rico do México, está de olho na mineração de Bitcoin de uma usina geotérmica de propriedade de uma de suas empresas, então LiveCoins.com.

Pliego já é uma figura conhecida no mundo das criptomoedas e usa a usina geotérmica de Domo San Pedro por sua empresa Grupo Dragão (parte do Grupo Salinas). A usina tem capacidade instalada de geração de energia geotérmica de 25 MW.

Com isso, ele acompanha as notícias de El Salvador que se tornou o primeiro país a adotar o Bitcoin como moeda legal, já está usando energia geotérmica para mineração de Bitcoin e tem grandes planos como informamos.

A utilização de energia renovável para mineração de Bitcoin claramente se tornou em voga, dada a enorme demanda de energia e o impacto que ela tem no consumo de energia e nas emissões de carbono relacionadas. Como um vívido defensor dos Bitcoins, as lojas do Grupo Elektra de Ricardo Salinas já aceitam o Bitcoin como moeda legal.

No entanto, sua conexão com o Bitcoin não termina aí, afinal, o bilionário está de olho no setor de mineração. Essa ideia foi dada por um usuário do Twitter que lembrou que Salinas é proprietária do Grupo Dragon, um dos cinco operadores de energia geotérmica no México.

Dando continuidade à conversa no Twitter, Salinas deu mais informações, afirmando que a usina tem 10 MWh gerados continuamente e é totalmente renovável.

Usando essas informações, um usuário afirmou que poderia usar essa energia para alimentar entre 6.000 e 8.000 plataformas de mineração Bitcoin, chamadas ASICs, pois cada uma consome entre 1.000 e 1.5000 Wh (1-1,5 kWh).

No entanto, se você construir uma fazenda de mineração, quem mais se beneficiará é o próprio Bitcoin. Primeiro por uma maior descentralização, seguida por uma mineração mais ecológica, ponto que ainda impede a adoção de empresas como Tesla e Uber.

Localização da usina geotérmica Domo San Pedro, México (ThinkGeoEnergy Geothermal Power Plant Map/ thinkgeoenergy.com/map)

Fonte: LiveCoins

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

VEJA TAMBÉM

Daniel Shin provavelmente enfrentará acusações de fraude

A Interpol emite um alerta vermelho contra Do Kwon, o co-fundador da Terra. Daniel Shin e Do Kwon desenvolveram o Terra Luna em 2018;...

A plataforma DAO da Terra está aberta para negócios

A empresa por trás da stablecoin Terra espera que os DAOs se baseiem na blockchain Terra - que perdeu bilhões em poucos dias no início...

(EDITORIAL do Korea Herald em 29 de novembro)

Disputa sobre a exclusão do WemixO mercado de moeda digital da Coréia, atingido por problemas em casa e no exterior, sofre outro revés ...

Um VC que está garimpando cripto desde 2017 discute onde está investindo agora

Nem todo investidor de risco foi enfeitiçado pela promessa das criptomoedas e pelo crescimento de empresas como a FTX, a bolsa de criptomoedas que entrou...

POPULAR