Após anunciar encerramento de dívidas, ONG Animal recebe doação de R $ 33 mil · Jornal Midiamax

0
175

Quase uma semana atrás, o Instituto Guarda Animal anunciou o encerramento devido a dificuldades financeiras na pandemia Covid-19, em Campo Grande. Porém, em seguida, os responsáveis ​​pela entidade receberam uma doação de R $ 33 mil, que deve quitar as dívidas da instituição de proteção aos animais.

Segundo Paola Sousa Brizueña, 28, nesta quarta-feira (31), o grupo Vira-Lata Finance entrou em contato e os incluiu em um chat onde outros 17.000 membros também estavam. A história da ONG foi relatada aos membros e foram solicitadas doações e em poucos minutos o dinheiro foi arrecadado.

Publicidade - OTZAds

“Numa época do grupo Telegram, ele [integrante do grupo] explicou nosso projeto e os membros doaram. O grupo tem 17.000 membros. Cada um doou R $ 1, outros doaram R $ 2. E aí foi somando o valor ”, pontuou Paola.

Ela explicou ao Jornal Midiamax que, primeiro, vai quitar as contas da ONG, doar os animais que ainda estão esperando por uma casa, e depois vão analisar a reabertura do projeto. Na ONG ainda há 135 animais esperando por um novo lar.

Vira-Lata Finance

O grupo Vira-Lata Finance chegou à ONG após o relatório do Jornal Midiamax. Um dos representantes do projeto, que prefere não se identificar, disse que o grupo foi criado no dia 21 de março e em menos de um mês teve uma valorização de + 5.000%.

Publicidade - OTZAds

“Como estamos lucrando muito com a valorização, a comunidade ajuda ONGs de todo o Brasil todos os dias, com o momento que chamamos de Hora da Ração, um momento que a comunidade doa para o PIX das ONGs em tempo real. O primeiro Foi contemplada com Hora da Ração a ONG Guarda Animal. Nossa ideia é que as pessoas conheçam nosso projeto, invistam de forma saudável e, com lucro, ajudem ONGs e Protetoras ”, comentou o representante ao relatório.

Atualmente, o grupo possui um ‘Cão Comunitário’, como são chamados, com 21.216 membros brasileiros e 2.000 membros de outros países. A doação recebida pela ONG de Campo Grande foi dividida em R $ 11 mil de doadores brasileiros e R $ 22 mil de gringos. “A Cãomunidade gringa também está crescendo muito devido ao seu caráter social com a ajuda de ONGs. Nossa projeção é que em 30 dias nossa comunidade alcance o número de 50 mil investidores”, avaliou o representante.

Dívida de R $ 30 mil

Desde 2015, 600 animais tiveram suas vidas transformadas pelas mãos dos gêmeos. Atualmente, a ONG tem uma dívida pesada de R $ 30 mil. Doações para o futuro da ONG também são bem-vindas.

Nati e Paola pedem que todos os interessados ​​em adotar mandem um email para [email protected] com as seguintes informações: comprovante de residência, vídeo mostrando principalmente portões, janelas e varanda; um breve relato de sua história com os animais; e telefone de contato.

Publicidade - OTZAds

Para quem quer ajudar financeiramente, o instituto conta com a ferramenta PIX: