Amazonas pode comprar vacinas contra o coronavírus de forma independente, determina Justiça

A pandemia de coronavírus 2019-2020 é uma pandemia contínua de doença coronavírus 2019 (COVID-19), causada pela síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2).

Foto: Getty Images

Amazonas poderá comprar vacinas contra covid-19 de forma independente, sem esperar pelo governo federal. A decisão foi tomada pela Justiça Federal da 1ª região na última quinta-feira, 25. As informações são do portal G1.

O estado pode adquirir doses para imunizar 70% da população em até 10 dias. A decisão foi proferida pela juíza Jaiza Fraxe após Ação Civil Pública movida por Defensores do Estado e da União.

Leia também:

Na quarta-feira, 24, o Senado havia aprovado um projeto para facilitar a compra de vacinas pelos governos federal, estadual e municipal. Enquanto o Brasil viver uma situação de Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional, municípios, estados e a União podem comprar vacinas e assumir os riscos relacionados aos efeitos colaterais causados ​​pelas vacinas. O texto ainda será analisado pela Câmara.

Com determinação, ficaria mais fácil, por exemplo, comprar vacinas de Pfizer. Até agora, o Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recusou-se a aceitar os termos da empresa, que pedia ao governo que se responsabilizasse por eventuais riscos.

A compra, segundo o juiz, deve utilizar R $ 150 milhões do Fundo de Turismo e Interior. Em caso de descumprimento da decisão, o governo do estado terá que pagar multa. Agora, o governo do Amazonas busca alternativas para a compra de imunizações.

O pedido feito pelos Defensores do Estado e da União pede que sejam utilizadas vacinas para vacinar pessoas com mais de 50 anos em Manaus, Tefé, Iranduba, Itacoatiara, Parintins, Tabatinga e Coari.

Na última quinta-feira, 25, o Amazonas recebeu 120 mil doses da vacina, sendo 78 mil doses da Oxford / AstraZeneca e outras 42 mil doses da CoronaVac.

O Amazonas vacinou 233 mil pessoas com a primeira dose, o equivalente a 5,56% da população. Outras 40 mil pessoas já tomaram as duas doses, o equivalente a 0,95% do estado.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Noticias